segunda-feira, 14 de outubro de 2013

LIVRO - A MENSAGEM ETERNA DOS MESTRES - H'Sui Ramacheng


Queridos irmãos, que a paz e o amor estejam convosco!
Gostaria de compartilhar uma verdadeira pérola:
A Mensagem Eterna dos Mestres, por H'SUI RAMACHENG
O livro dispensa comentários, apenas agradecimentos.
Espero que gostem e como sempre, fiquem a vontade para divulgação.

Sejam Amor e Luz,
R. Doche



>>>Clique para baixar em PDF<<< Escolha Opção "Save" e informe seu e-mail.
A Mensagem Eterna dos Mestres from ceudeagartha1

******************************************************************
*********************************************

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

LIVRO - O LIVRO VERMELHO DA SAÚDE - Renato Dias

Caros irmãos de luz, boa noite!
Segue nosso primeiro livro postado. 
Escrito pelo irmão Renato Dias, de BH, que após longas pesquisas, nos deu este presente e autorizou a publicação e divulgação. 
Nele, vocês terão a oportunidade de conhecer os vários tipos de medicina existentes e suas técnicas, além de várias dicas de cura através das medicinas alternativas.
Além disso, é uma oportunidade para conhecer a verdade sobre a prática da medicina atual e suas "técnicas sujas" para ganhar dinheiro com as doenças da humanidade. 
DICA: Para salvar o livro em seu computador, basta clicar sobre o nome do livro, logo abaixo da postagem. Abrirá uma tela do SLIDESHARE. Escolha a opção SAVE. Logo após, abrirá uma tela solicitando seu e-mail. Informe seu e-mail e será enviando um link com o arquivo do livro a ser baixado em PDF. Fiquem à vontade! 
Espero que gostem e por favor, compartilhem!

Beijos de luz em vossos corações,
R. Doche


>>>Baixe PDF<<< Clique sobre o nome do Livro
O LIVRO VERMELHO DA SAÚDE (Renato Dias) from ceudeagartha1

******************************************************************
*****************************************

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

TEXTO DE LUZ - O SANGUE, VEÍCULO DA ALMA



Boa noite, caros irmãos! Que a paz e a luz estejam convosco!
Segue texto recebido hoje, postado em primeira-mão no Brasil.
O texto fala sobre o sangue e sua importância em nossas vidas, mas também fala de como ele era usado em magias brancas e negras, alertando para os dias atuais sobre quais os cuidados que devemos tomar em casos de acidentes, e/ou como as mulheres devem agir do início ao fim dos ciclos menstruais.
Compartilho com vocês, em especial às mulheres, estas importantes informações.
Como sempre, fiquem à vontade para divulgarem.
Críticas e sugestões: ceudeagartha@gmail.com
Boa leitura a todos!

O SANGUE, VEÍCULO DA ALMA
Mestre Omraam Mikhaël Aïvanhov


Quem pensa na vida pensa, naturalmente, no sangue, esse líquido nutritivo que circula no corpo de um grande número de espécies animais e no corpo humano. Perder o seu sangue é perder a vida; oferecer o seu sangue é oferecer a sua vida. E, porque é o símbolo da vida, o sangue desempenhou um papel muito importante em todas as religiões do mundo, particularmente naquelas em que era considerado um veículo da alma. Derramar sangue animal, e mesmo sangue humano, sobre o altar dos deuses, era o maior sinal de respeito e de submissão que se podia manifestar-lhes: restituía-se-lhes a vida que eles tinham dado. O sangue é, pois, um assunto extremamente rico que exigiria horas e horas de desenvolvimento e de explicações. Neste momento, eu gostaria de me referir a uma prática muito antiga e que ainda se mantém hoje em dia: a circuncisão.
 
Dizem os Evangelhos: «Tendo chegado o oitavo dia no qual o menino devia ser circuncidado, deram- lhe o nome de Jesus, nome que tinha sido indicado pelo anjo antes de ele ser concebido no seio da sua mãe.» Jesus foi, pois, circuncidado segundo o costume dos antigos Hebreus, de acordo com a prescrição dada por Deus a Abraão: «Sereis circuncidados, e será um sinal da aliança entre mim e vós. Com a idade de oito dias, todas as crianças do sexo masculino que existam entre vós serão circuncidadas.» 
Não conheço em detalhe as diferentes maneiras como se praticava e se pratica ainda a circuncisão, nem que sentido exatamente lhe foi atribuído pelas diferentes culturas e religiões. Mas posso dizer-vos como é que eu a considero, do ponto de vista mais elevado da Ciência Iniciática.

A circuncisão é designada no Antigo Testamento “o sinal da aliança” porque representa a consagração do órgão pelo qual se transmite a vida dada por Deus; e, ao mesmo tempo, a criança recebe o seu nome, porque é no nome que se exprime a quintessência de um ser e do seu destino. A circuncisão é uma operação acompanhada de uma perda de sangue. Esse sangue que sai do corpo de um recém-nascido é considerado puro e, porque provém dos órgãos genitais, está impregnado de fluidos poderosos. O sacerdote, que era iniciado nos mistérios, sabia como recolher esse sangue e conservava-o preciosamente colocando-o num local reservado, bem como o pequeno pedaço de carne cortado, o prepúcio, porque este ainda estava ligado à criança. Existia, pois, uma ligação mágica entre o pedaço de carne, o sangue e a criança. A primeira função da circuncisão era levar os pais a consagrarem os seus filhos ao Senhor para que eles se tornassem instrumentos da sua vontade, e dessa forma o povo preparava-se para a vinda do Messias. 
Graças a essa consagração, a criança era tomada por influências celestes, havia entidades que a acompanhavam e se ocupavam dela. A criança que tinha sido consagrada por um sacerdote esclarecido e puro tornava-se um servidor de Deus. Depois, por ocasião de certas festas do ano, o Sumo-sacerdote benzia o sangue, bem como os prepúcios, e assim projetava forças benéficas que agiam favoravelmente sobre as crianças. É claro que, graças a este rito, os sacerdotes mantinham os homens sob a sua autoridade. 
Enquanto eles estiveram animados por um ideal de justiça e de amor pelo seu povo, trabalharam para ele, mas, nos períodos em que perderam esse ideal, serviram-se dessas práticas para garantir o seu poder.

Um ato em si mesmo é neutro, tudo depende do significado que se lhe dá e do objetivo com que é executado. Este rito instituído por Abraão e inscrito por Moisés na Lei tinha, sem dúvida, três razões. A primeira era estimular o desejo sexual para aumentar o número de nascimentos. Os Hebreus estavam sempre em luta contra vizinhos mais numerosos do que eles e que ameaçavam aniquilá-los; quanto mais nascimentos houvesse, mais rapazes haveria, que mais tarde se tornariam guerreiros. A segunda razão era submeter os homens à vontade dos sacerdotes. E a terceira, a mais importante, era devotá-los ao serviço de Deus, consagrando as gotas de sangue derramadas do órgão pelo qual se transmite a vida. 

Mesmo o mais ignorante dos homens sabe que o sangue é um líquido infinitamente precioso e que aquele que perde o seu sangue perde também a vida. 
O que existe, então, no sangue que o torna tão precioso?… 
Na realidade, este líquido que circula no nosso organismo é uma materialização do fluido universal que circula em toda a criação. Da mesma forma que esse fluido alimenta o organismo cósmico, o sangue alimenta o nosso corpo. Ele é uma síntese da vida universal, já que na sua composição – glóbulos vermelhos e glóbulos brancos – encontramos, simbolicamente, os dois princípios – masculino e feminino – que são os dois grandes princípios da criação. 

Enquanto circula no interior do corpo, o sangue está protegido como num recipiente fechado. Mas, a partir do momento em que sai do corpo por qualquer razão, evapora-se, como todos os líquidos; isto significa que há partículas etéricas que se libertam para o espaço. E essas partículas são vivas, mantiveram algo dos elementos que fazem com que o sangue seja portador de vida. Por isso, elas servem de alimento às entidades invisíveis. Nada se perde no universo e existem sempre criaturas que vêm alimentar-se da vida que é exalada por algumas gotas de sangue. 
Esta propriedade que o sangue tem de libertar eflúvios de que se alimentam as entidades do mundo invisível era conhecida desde a mais remota Antiguidade. 
Os Iniciados, os sacerdotes, serviam-se do sangue das vítimas oferecidas em sacrifício aos deuses para evocar entidades celestes ou infernais: essas entidades respondiam ao seu apelo porque encontravam nesse sangue um alimento. Mesmo a literatura relata tais factos: podemos lê-los nas descrições de Homero na Odisseia ou na Eneida de Virgílio. E alguns daqueles que assistiam a estas cenas, mais desenvolvidos psiquicamente, podiam ver as entidades que vinham beber o sangue derramado pelos vitelos, as ovelhas, os cordeiros ou as aves imolados aos deuses. 

Hoje em dia, em todos os países do mundo, ainda são praticados sacrifícios semelhantes, particularmente pelos feiticeiros e pelos magos negros (os magos brancos não sacrificam seres vivos, nem mesmo animais, para darem o seu sangue como alimento às entidades do mundo invisível). Mas eu não abordarei esse assunto, ele não me interessa e é até perigoso. Se vos falo do poder mágico do sangue, é porque é preciso conhecê-lo, e também para vos alertar. O sangue contém muitas matérias preciosas que podem servir de alimento aos indesejáveis. É por isso que, quando perdemos sangue, seja de que forma for, não devemos deixá-lo secar ou eliminá-lo antes de o termos consagrado pelo pensamento a uma utilização benéfica e, assim, o protegermos da atuação das entidades maléficas do plano astral, pois essas entidades estão sempre à espera de ser alimentadas por este tipo de emanações para se reforçarem. 

Por que razão, por exemplo, Moisés deu prescrições muito rigorosas relativamente à mulher durante o período menstrual? Está escrito: «A mulher que tenha um fluxo de sangue na sua carne permanecerá na sua impureza. Quem quer que a toque ficará impuro até à noite»... É uma longa enumeração dos casos em que a mulher, ao perder o seu sangue, fica impura, e das precauções que ela deve tomar durante esses períodos. Eu não sei como é que, atualmente, os Judeus consideram todas estas prescrições dadas por Moisés em relação às mulheres. O que sei é que elas se baseiam num saber relativo às propriedades que o sangue tem de atrair entidades, e particularmente as entidades tenebrosas do mundo astral, que vêm alimentar-se das emanações do sangue humano e, assim, imiscuir-se na sua vida, provocando perturbações nos seres.
 
A experiência psíquica pela qual a mulher passa durante o período menstrual está ligada aos mistérios da vida e da morte. Eu não entrarei nos detalhes anatômicos e fisiológicos deste processo. Para aquilo que pretendo explicar-vos, quero apenas chamar a vossa atenção para o facto de, nesse momento, a mulher eliminar não apenas a célula reprodutora, o óvulo, que, não tendo sido fecundado, não se tornará um ser vivo, mas também a substância, o sangue, que o teria alimentado. O óvulo morto, dado que não foi fecundado, é, de certa forma, um cadáver que ela elimina. Então, é natural ela ter um sentimento de tristeza e de melancolia. É natural que esta perda a torne psiquicamente mais vulnerável. 
Ao mesmo tempo que elimina o óvulo morto, a mulher perde também o sangue portador de vida que estava destinado a alimentar uma criança. É esse sangue que atrai as entidades inferiores do plano astral: elas querem aproveitar-se das energias contidas nele para se reforçarem e prosseguirem assim os seus propósitos maléficos entre os seres humanos. Foi por essa razão que Moisés deu uma série de prescrições muito rigorosas relativas à mulher durante esse período, e encontram-se as mesmas interdições noutras religiões e culturas. Mas será que se deve continuar a manter essas interdições? 

Da mesma forma que o homem é um representante do Pai Celeste, a mulher é uma representante da Mãe Divina, e não são as suas regras que fazem com que ela seja impura, mas os pensamentos e os sentimentos negativos que ela possa alimentar durante esses poucos dias em que se encontra psiquicamente mais fragilizada. O fenômeno da menstruação, em si mesmo, é neutro, nada tem de impuro, não passa de um processo fisiológico. A mulher é que é pura ou impura segundo aquilo que alimenta na sua cabeça e no seu coração. E se ela se deixar levar pela cólera, pelo ciúme, pelo ódio, pela sensualidade, as entidades astrais apoderam-se dos vapores exalados pelo seu sangue e podem servir-se deles para a prejudicar, a ela e àqueles que a rodeiam. 

Mas este poder que a mulher tem de atrair e alimentar com o seu sangue entidades tenebrosas, ela tem-no igualmente para atrair e alimentar entidades luminosas. A mulher pode, tal como o homem, servir- se dos poderes do pensamento, que é filho do espírito, para fazer triunfar a luz.
Ela é capaz de dominar as correntes obscuras que a atravessam e de as transformar em influências benéficas que depois dirige para o bem da humanidade inteira. Por enquanto, a mulher ainda ignora as forças que a natureza depositou nela; e o homem não fez grande coisa para a ajudar a tomar consciência delas. Pelo contrário, ele esforçou-se foi por mantê-la na ignorância e na dependência.

Agora, é tempo de a mulher saber que pode fazer grandes coisas graças ao poder do sangue, um sangue que ela deve consagrar a Deus e às entidades luminosas do mundo invisível. Ao consagrar o seu sangue, ela realiza um ato da mais alta magia e manifesta-se como uma verdadeira filha de Deus. Alguns dirão: «Mas o que é que nos está a dizer? Quer levar-nos a praticar magia? Que horror! Nós somos cristãos e nunca nos deixaríamos embarcar em semelhantes práticas. É o Diabo que é o senhor da magia.»


Pois bem, como queirais. Há seres perversos no mundo que utilizam tranquilamente estes conhecimentos para fazer o mal, e quando se dá aos cristãos a possibilidade de os utilizarem para fazer o bem, eles ficam ofuscados. Diante de pessoas tão ignorantes e escrupulosas, os magos negros podem esfregar as mãos: têm o terreno livre para todos os seus empreendimentos maléficos. 
Quantas coisas vós considerais sem interesse e vos passam despercebidas porque não fostes educados para ver o seu significado e o seu valor! Mas os Iniciados estão atentos a tudo, em toda a parte eles vêem a mão de Deus, o poder de Deus. E numa gota de sangue eles descobrem a quintessência da matéria, os princípios dos quatro elementos: a terra, a água, o ar e o fogo.

O sangue representa a vida que circula no universo. Se soubermos como considerá-lo, chegaremos a sentir que ele é em nós aquilo que mais se aproxima da luz. Porque o sangue é a vida, «E a vida é a luz dos homens», diz S. João no começo do seu Evangelho. É essa luz que é a própria matéria da criação, dado que Deus criou o mundo apelando para a luz, que está condensada no nosso sangue. Nós devemos, pois, estar muito atentos e considerar com um imenso respeito esse sangue que é luz condensada, a vida divina condensada. E da mesma forma que o sangue regressa sempre ao coração, a nossa vida deve regressar ao coração do universo: o Criador.

 
Hoje em dia, muitos têm tendência para ver na circuncisão uma prática de outra época. É simplesmente porque não compreendem o que é a vida e o papel que os seres humanos têm a desempenhar na sua preservação, na sua espiritualização. Se eles possuíssem essa luz, não ficariam tão surpreendidos ou chocados com esta prática. Eu não sou nem a favor nem contra. Apenas explico. No contexto em que ela surgiu, tinha a sua razão de ser; pode-se, agora, mantê-la ou abandoná-la, tudo depende da compreensão que os seres humanos tiverem dela. 


Paz e amor hoje e sempre,
R. Doche


*************************************************************
*************************************

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

TEXTO DE LUZ - A TRANSIÇÃO PLANETÁRIA



Assalamu Alaikum, irmãos!
Conforme prometido, segue um texto muito interessante sobre a Transição Planetária que estamos vivendo.
Fiquem a vontade para comentarem ou enviarem a outras pessoas. Afinal, nossa "missão" também é compartilhar o conhecimento ...
Críticas e sugestões também são muito bem-vindas!
Envie sua crítica ou sugestão de postagem para o e-mail: ceudeagartha@gmail.com
Boa leitura a todos. Espero que gostem!


A Transição Planetária

Pelas informações que recebemos dos nossos amigos extraterrestres, a Terra encaminha-se para a subutilização.

Atualmente, o planeta encontra-se na 3ª bio dimensão, mas está prestes a passar para a 4ª bio dimensão, outro universo paralelo mais subtil que este. Essa passagem já se iniciou, e deverá atingir seu ápice quando o sector do nosso Sistema Solar junto à Via Láctea passar definitivamente por um portal universal dimensional, que os estudiosos chamam Cinturão de Fótons.

Conforme as afirmações da autora Christiana Bastos Tigre, também conhecida como Ma Jivan Bhumi, os astrônomos Freidrich Wilhelm Bessel, Paul Otto Hesse, José Comas Solá e Edmund Halley, concluíram que o nosso Sistema Solar gira em torno da estrela central da constelação das Plêiades, chamada Alcione.

O nosso Sol é a oitava estrela da constelação (localizada a aproximadamente 28 graus do Touro) e leva 26 mil anos para completar uma órbita ao redor de Alcione. Em 1961, descobriu-se, com a ajuda de satélites, que Alcione tem ao seu redor um gigantesco anel, ou disco de radiação, em posição transversal ao plano das órbitas de seus sistemas (inclusive o nosso). Este anel é o que chamamos Cinturão de Fótons.

O Sistema Solar vem penetrando neste Cinturão de Fótons desde 1972. A Terra, especificamente, começou a penetrá-lo em 1987 e está avançando gradativamente e até 2012 estará totalmente imersa na sua luz.

Quando o planeta Terra penetrar definitivamente por esse portal dimensional, todos os átomos e moléculas do planeta passarão por uma transformação sob a influência da energia de Fótons, precisando adaptar-se a novos parâmetros vibracionais.

Isto é o que chamamos de transição planetária. Bárbara Marciniak, autora da obra 'Mensageiros do Amanhecer', e a astróloga Bárbara Hand Clow, autora de 'The Pleidian Agenda' receberam várias canalizações de seres pleiadianos que falam sobre as transformações que estão ocorrendo no nosso planeta e na preparação a que precisamos submeter-nos nessa mudança dimensional.

Tudo que existe na superfície da 3ª bio dimensão passará para a superfície da 4ª bio dimensão. Isto vem ocorrendo desde a década de 80, quando a Terra começou a ingressar no Cinturão de Fótons. As ligações inter dimensionais ocorrem por ressonância, e para sobrevivermos à radiação fotónica, temos que nos afinar ao novo campo vibratório.

Para suportar as vibrações da passagem dimensional, é preciso sub utilizarmos nossos corpos, que nos desanimalizemos, que nos purifiquemos dos instintos animais que nos prendem às vibrações da 3ª bio dimensão. Para tanto, é preciso que façamos uma limpeza e requalificação dos corpos físico, emocional, mental e espiritual.

Quando a passagem dimensional se completar, a maioria dos habitantes da Terra não estará em condições de suportar as novas vibrações. Os espíritos sombrios, nas trevas, que sentem prazer no mal, no egoísmo, no destrutivismo, não suportarão as vibrações mais subtis da 4ª bio dimensão.

Essas vibrações são tão elevadas que produziriam choques eletromagnéticos no corpo físico dessas pessoas negativas, o que seria como se elas tocassem em fios de alta tensão, coisa que provocaria a sua morte instantânea.
Se essas pessoas negativas ficassem aqui para a transição dimensional, até mesmo os seus corpos astrais mais densos seriam desintegrados. As dimensões de ressonância do nosso mundo físico em relação ou plano astral serão totalmente modificadas.

Por isso, entidades extraterrestres estão atuando intensamente para retirar essas pessoas da Terra e levá-las para outros planetas da 3ª bio dimensão. Segundo consta, a retirada das pessoas negativas não será no corpo físico; elas serão retiradas em corpo astral. Não faz parte dos planos superiores levá-las para outros planetas com o corpo físico; antes é necessário que elas deixem o corpo físico através do que chamamos de 'morte'.

Essas mortes devem ocorrer, e já estão ocorrendo, provocadas pelo próprio desequilíbrio coletivo, através de enfermidades causadas pelos desajustes corporais, como os vários tipos de câncer, enfartes, derrames, SIDA, etc., pelos distúrbios mentais, distúrbios emocionais e pela maneira viciosa de viver dos seres humanos terrestres. As pessoas estão e vão continuar provocando a sua própria morte por livre-arbítrio.

Existem alguns seres que não querem, de forma alguma, ser retirados daqui. Estes seres estão formando verdadeiras legiões de milhões de seres negativos, constituindo imensos exércitos de rebelião, com o objetivo de permanecer na Terra.

Ocorre que, feliz ou infelizmente, se isso acontecesse elas não pereceriam apenas no plano físico, os seus corpos astrais também seriam desintegrados e nessas condições eles não teriam como encarnar mesmo depois de milhões e milhões de anos.

O processo de recomposição dos corpos astrais é extremamente demorado, especialmente tendo sido destruídos de forma voluntária, já que isso significaria uma espécie de suicídio astral que não é permitido pelas Leis Superiores.

Para executar as determinações destas Leis Superiores, há seres que atuam sobre os raios da Justiça, do Poder e do Amor. Eles assumiram o trabalho de fazer a retirada compulsória dos espíritos nas trevas do planeta Terra e de fazer a reciclagem da população com espíritos de nível superior, vindos de mundos mais evoluídos. Esses seres fazem parte do Comando Ashtar.

Eis alguns dos efeitos previstos na transição planetária:

1. A energia do Cinturão de Fótons penetrará no interior de toda a matéria existente da 3ª dimensão, produzindo a inversão das polaridades das moléculas e a aceleração da intimidade atómica.

2. O choque da energia do Cinturão de Fótons com as vibrações mentais das pessoas poderá causar mal-estar e doenças nos indivíduos não preparados e de baixo nível vibracional, decorrente de sentimentos negativos como ódio, raiva, inveja, despeito, vingança, cobiça, crueldade, injustiça, enfim, todos os sentimentos animalizados.

3. A radiação do Cinturão de Fótons afetará física e psicologicamente o ser humano, resultando em mudanças de comportamento, na cultura e na economia.
4. As partículas sub atômicas serão aceleradas a tal ponto que a matéria entrará para a 4ª bio dimensão. Os corpos ficarão menos densos (serão sub utilizados) e ficarão mais leves, com a gravidade terrestre reduzida.

5. Também está prevista a aproximação de um grande astro que influenciará no clima e no magnetismo da Terra, provocando a subida do nível do mar e a inundação das partes baixas de vários países, coisa que terá graves consequências na economia e nas relações internacionais.

6. Finalmente, o eixo da Terra voltará a ser vertical, provocando catástrofes como terremotos, erupções vulcânicas, inundações e maremotos.

Além da passagem pelo portal dimensional, fomos informados também de que há um planeta que está se aproximando rapidamente do nosso Sistema Solar, dotado de um campo magnético extremamente poderoso, que está influindo no campo magnético e gravitacional da Terra.

Isso está fazendo com que verdadeiras falanges de seres negativos estejam surgindo em massa na superfície do planeta. Esse astro intruso, dotado de outro campo gravitacional, está puxando como um íman esses seres negativos do plano astral, e trazendo-os para a superfície. Tais seres estão tentando (e em grande parte conseguindo) montar impérios na quarta dimensão astral, e a hierarquia superior está permitindo que isso ocorra, por motivos kármicos nestes tempos de transição.

Isto significa que cada pessoa que descuidar de suas emoções, de seus sentimentos, pensamentos e acções, irá deparar-se com uma falange de milhares de entidades inferiores, que tentarão de todas as formas vampirizar e manipular a pessoa.

Especialmente se a pessoa diminui, de algum modo, seu grau de consciência, seja através da bebida, uso de drogas ou manutenção de sentimentos negativos, ela corre o sério risco de submeter-se a essas entidades que buscarão fazer com que faça coisas que, em seu estado lúcido, plenamente consciente, não faria.

É preciso ficar claro que só é escravizado aquele que dá ensejo à atuação dos tiranos da liberdade. Portanto, que isto sirva como um alerta. A cada dia que passa, as entidades inferiores estão subindo à superfície do planeta, e é preciso redobrarmos nossa atenção no que pensamos, no que sentimos, no que fazemos, no que falamos, enfim, em toda a nossa manifestação.

É preciso eliminarmos ou minimizarmos a energia negativa que existe dentro de nós e, para tanto, é preciso muito trabalho. É preciso, antes de tudo, querer firmemente, é preciso vontade para tanto. Sem isso não conseguiremos nada; esta é a responsabilidade que cabe a cada um de nós.

Para vencermos as dificuldades deste mundo, é preciso eliminar a origem das dificuldades de nós mesmos. Se não nos trabalharmos, se não nos transformarmos, não suportaremos as ondas vibracionais mais subtis da nova Terra que está para surgir.

Por isso é tão necessário que comecemos imediatamente a fazer uma revisão de nossas emoções, sentimentos, pensamentos e ações, procurando modificar positivamente nosso comportamento, buscando viver em harmonia como nossos semelhantes e com o meio ambiente.

Nos dias que já se iniciaram e que nos esperam, precisaremos de muita energia interior para permanecermos firmes e equilibrados em todos os setores da vida.

Precisamos aprender muito sobre as Leis da Vida, especialmente sobre as Leis de Ação e Reação, porque somente através da compreensão dessas Leis, e a confiança nelas, teremos a tranquilidade necessária nesta época turbulenta que atravessamos.

Estamos numa fase decisiva e de muita definição. Muitas vezes, não compreendemos o porquê de tanta violência, tanta dor, tanta doença, tanta desigualdade social e cultural, coisas que tantos nos têm feito sofrer.

Em função da iminente transição planetária, o ambiente terrestre deverá tornar-se cada vez mais hostil e agressivo, aparentemente injusto e desumano, e precisamos aprender a fortificarmo-nos para enfrentarmos a vida em todos os sectores, seja em nossa vida familiar, no meio externo desde os vizinhos até o trabalho, na escola, no governo e na sociedade como um todo.

Após a grande transição planetária, surgirá na Terra uma nova civilização, purificada dos vícios emocionais, mentais e físicos. Como já disse, nem todos os que vivem hoje no planeta poderão permanecer aqui após a transição, pois os antigos vícios não serão mais tolerados pelas novas vibrações da Terra.

As pessoas que não se educarem e não se transformarem para suportar equilibrada e harmoniosamente o processo de subutilização vibracional, serão levadas para outros planetas da 3ª bio dimensão.

Nesses mundos, essas pessoas encontrarão um ambiente semelhante ao que a Terra tinha no princípio, onde terão a oportunidade de continuarem seu desenvolvimento espiritual.

Precisamos saber que a Vida não termina quando a vestimenta de carne morre. Esta roupagem de carne passa por diversos processos de transformação e nesses processos, quando provocados por vibrações mais sutis, mais elevadas, chega a atingir uma vibração tamanha que é como se o ser estivesse na 4ª biodimensão, desenvolvendo uma série de capacidades que chamamos atualmente de 'paranormais', como a clarividência, capacidade de ver à distância, de ver o passado, de ver o futuro, de ver outras dimensões, efetuar projeções astrais que é a capacidade de sairmos do corpo e voltarmos lembrando-nos de tudo o que fizemos fora dele, capacidade de lembrar-nos de outras vidas, auto-regressão a vidas passadas, etc.

Cada pessoa precisa evoluir no seu próprio ritmo com suas próprias forças. É preciso evitar entregar nossas vidas na mão de outras pessoas, que muitas vezes se auto denominam de Messias, mestres e contatados.

Cada um de nós, por seu próprio esforço e dedicação, precisa despertar a consciência para sua verdadeira identidade, e assim saber qual é seu verdadeiro papel diante da vida.

Todo aquele que deseja viver com maior tranquilidade deve procurar tornar-se consciente através do estudo e da vivência das Leis Superiores, sem restringir-se a nenhum conceito religioso pré-determinado, mas sim fazendo uma rigorosa seleção do material apresentado pelas diferentes religiões.

Através de um processo de auto-aprimoramento podemos transformar até mais de 60% da nossa genética hereditária. Nessa transformação começamos a sentir nossas próprias vibrações espirituais e identificar nossa verdadeira natureza.

O amadurecimento pessoal ocorre em consequência de uma constante vigilância e atenção aos motivos pelos quais as coisas acontecem conosco. Através disso, podemos reformular nosso modo de sentir, de pensar e de agir, mesmo que seja preciso atuar de maneira diferente daquilo que a cultura, a escola, a família e o meio ambiente nos impõe. Assim, podemos manifestar padrões de comportamentos bem distintos daqueles que a maioria manifesta.

Muitas pessoas, embora não tenham uma clara consciência disso, são provenientes de outros planetas e planos evolutivos, e estão encarnando na Terra para contribuir com a elevação vibracional da humanidade.

Estas pessoas apresentam uma série de características emocionais e mentais diferentes da maioria dos seres humanos terrenos; em geral sentem-se como se não pertencessem a este mundo e seus padrões de comportamento geralmente seguem um conjunto de procedimentos específicos.

Vejamos algumas das características dessas entidades:

1. A pessoa não se contenta em viver simplesmente em busca de objetivos efêmeros.

2. Para ela, não basta apenas ter um trabalho estável, uma condição material satisfatória e o lado afetivo preenchido.

3. Para ela o ser humano é muito mais do que isso, é um ser que precisa sentir intensamente cada vez mais sua vida e a vida daqueles que o cercam.

4. Ela não é uma pessoa isolada, preocupa-se muito com a felicidade dos outros.

5. É como se quisesse participar de uma felicidade coletiva, de uma harmonia entre as pessoas.

6. Muitas vezes ela se choca ao perceber a maldade humana e ver o quanto poderíamos ser felizes mas, devido ao egoísmo, à agressividade, a mágoas, a vaidades e orgulhos, não somos.

7. Ela sente que não pertence a este mundo, que não se enquadra nas leis deste mundo. É como se ela lembrasse, mas ao mesmo tempo não conseguisse visualizar suas recordações de um lugar muito diferente deste.

8. Ela estranha a maneira com que as pessoas vivem aqui.

9. Muitas vezes ela gosta de ficar sozinha, pensando, tentando adaptar-se a este mundo, tentando compreender porque as pessoas vivem dessa maneira, e passam algum tempo assim.

A pessoa pode passar anos com esses sentimentos, até o despertar da lucidez com a descoberta de quem ela é de fato, de onde ela veio e para quê.

Muitas vezes trata-se de seres originários de planetas muito mais avançados que a Terra. Essas pessoas estão nascendo nos mais diversos locais em variadas situações sócio culturais.

Elas podem nascer nas mais diversas funções de acordo com sua missão neste mundo. Juízes, promotores, escritores, artistas, desportistas, professores, médicos, empresários, políticos, funcionários das mais diversas empresas, donas de casa, estudantes... 

As mais diversas pessoas estão vindo de outros planetas para auxiliar nas mudanças necessárias na civilização terrena.

Essas pessoas, em geral, demonstram um comportamento mais evoluído, não costumam corromper-se com a perversidade, com lucros fáceis, com perversões do caráter, da moral e da ética. Essas pessoas têm a missão de servirem como um sustentáculo para que a humanidade da Terra não se auto-destrua antes da grande transição planetária.


Vamos pensar melhor antes de qualquer decisão!!!

Paz e Luz na senda,
R. Doche

******************************************************************
********************************************

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

CÉU DE AGARTHA - O INÍCIO DE UMA NOVA ERA



Sejam muito bem-vindos, meus irmãos!
Que a Paz e a Luz do Mestre Jesus estejam sempre convosco !

Este blog é destinado aos sonhadores ...
Àqueles que não desistem de seus sonhos ...
Àqueles que sonham, mas ainda não tiveram a coragem de arriscar ... mas estão nessa busca ...
Aos "Agarthinos" que estão pelo mundo e prontos para uma verdadeira "viagem inter-galáctica" ...
Aos que buscam o auto conhecimento, meditação, cura e luz divina ...
Aos que praticam o bem acima de tudo ...
Aos que trabalham para este planeta, nesta ou em outras dimensões ...
Aos Mestes de Luz que nos protejem e nos ajudam a evoluir ...
À todos os irmãos deste planeta em evolução ...
À todos os irmãos de todo o Universo.

Aqui começa um sonho ... espero que gostem !

Beijos de luz em vossos corações,
R. Doche

"A lenda um dia se tornou um tesouro fabuloso, porque alguém teve a audácia de acreditar nela."
Mário Sanches


*************************************************************************
****************************************************

CONHEÇA MAIS SOBRE AGARTHA



O SIGNIFICADO DE AGARTHA

Para que os irmãos possam conhecer um pouco mais sobre Agartha, seguem algumas informações:

"Agartha é a cidade sagrada que teria relação com o ciclo do avatar Rama, o sétimo avatar de Vishnu que protagonizou a grande epopéia do Ramayana, referência perpétua da cultura do Oriente, e muito semelhante à saga da Ilíada.

Saint Yves d'Alveydre conheceu este vínculo áryo, e derivou dele também os mistérios da Sinarquia.
Os preceitos de Shambala se estendem, naturalmente, aos de Agartha. Os tratados tibetanos afirmam que Shambala envolve um  mito (sobre as origens, o centro, a perfeição, o local divino, a profecia, etc.), um local geográfico (um centro harmônico, erigido sob cânones evolucionários, etc.) e um caminho espiritual (uma senda do guerreiro espiritual, uma via rápida de iniciação, etc.). Vimos em outra parte, que o aspecto "interior" agarthino também reflete o espiritual.

Na forma como é tratada pelo moderno esoterismo, a palavra Agartha possui, não obstante, diversos significados, tais como o de inacessibilidade, o de assembléia e o geográfico; 

Mias comumente, se aceita o termo como significando "inacessível", inalcançável", talvez para desestimular os de pouca persistência.

Além da proteção organizada ali presente, seja através da colocação em locais de difícil acesso, como são as Altas Cordilheiras da Terra, seja pela presença de guardiões e outras forças que afastam os curiosos, ocorre também a falta de percepção das mentes embrutecidas.

Saint Yves d'Alveydre afirmou que "barreiras invisíveis parecem interditar aos profanos o acesso a Agartha, apesar dos pontos de contato e dos itinerários secretos que permitem chegar até lá. Assegura-se que apenas podem chegar até Ela aqueles que, por si mesmos, alcançaram o nível vibratório que permite o ingresso nas zonas proibidas."

A visão de Agartha como reino de perfeição é inacessível para os maus, porque em Agartha reina a mais completa simplicidade. Harmonia não é coisa que salta aos olhos, justamente porque denota equilíbrio. *Não existe ostentação de nenhuma espécie em Agartha, nada que a destaque de especial, se não a felicidade de seus habitantes. Os seus reis não pedem culto exterior, e nem existem paradas militares. Os templos são discretos e não há pobreza ou riqueza extremas. E tampouco o clima conhece extremos, embora nem por isso seja sempre primavera Ali.

Mais ainda, Agartha é inacessível ao Mal, no dizer de Saint Yves d'Alveydre, pois trata-se fundamentalmente do Reino da Virtude, de modo que, se o Mal pudesse ali penetrar, deixaria imediatamente de ser Agartha.
*Quantas vezes não ouvimos declarações de pessoas, no sentido de que prefeririam o inferno ao céu, por ser este "aborrecido"?

Por vezes se encontra na palavra a acepção de "Grande Assembléia", quando seu caráter móvel vem a ser exaltado. Por esta razão, o sábio francês Serge Raynaud de la Ferrière escreveu que, onde se encontrar esta Sagrada Assembléia, ali será a Agartha (ver em Teocracia e Tibet - Um Berço de Civilização Espiritual)
A reunião de mentes brilhantes e de corações vivazes denota, com certeza, um local especial. Se a presença de um único sábio já é um sinal divino, que dizer de conclaves onde se agregam muitos deles, em Assembléia permanente? Certamente se trata de um axis mundi (centro do mundo), local onde são deliberadas decisões de efeito global (e que também podem ser sutis e subjetivas). Afinal, a única coisa que permite tal congregação é, sempre, a determinação de servir a humanidade em favor de questões pungentes e universais, tal como a revelação de uma nova VERDADE DIVINA.

Então, Agartha se mobiliza como uma espécie de Ordem para vir a definir uma Missão pública coletiva, pois as duas coisas tampouco podem existir uma sem a outra, sob pena de termos questões desequilibradas, como seria uma Ordem obscura em seus propósitos de um lado, e uma Missão fanática e superficial de outro lado.

E Agartha é também o  "Grande Esplendor", denotando uma civilização solar, ou seja, uma cultura com referenciais próprios e autócnes, que tem já digerido, assimilado e adaptado as influências externas, gerando algo realmente autêntico e local, em todos os níveis da cultura. 

Basicamente, envolve a idéia de uma sociedade interiorizada, em todas as acepções do termo, especialmente nos sentidos geográfico e espiritual, sendo que uma coisa necessita da outra para se realizar, ou seja, a espiritualidade coletiva demanda uma região mais interior, e esta por sua vez proporciona ou requer uma cultura mais profunda para poder subsistir, já que este isolamento apenas se complementaria com a profundidade d'alma.
Agartha denota aqui, portanto, uma acepção geográfica que seria basicamente aquela de centro. Contudo, o próprio conceito de centro pode variar, havendo centro nacional, centro continental, centro hemisférico, centro mundial, centro cronológico, etc.**

Assim, todos os três significados - Físico, Espiritual e Social - se completam perfeitamente. E é somente quando eles se reúnem, aí sim acontece o Grande Mistério de Agartha.

**Todos eles situam-se atualmente no Brasil, daí a importância deste país na NOVA ERA."

 (Fonte: "Os Mistérios de Agartha - L.A. Weber Salvi - Editora Agartha)



Em breve ...
Publicação de livros e textos de luz.
Aguardem!

Paz e Luz na senda,
R. Doche

********************************************************************************************************************************************************